04
Ter., Ago.
1 Artigos Novos

© mrsiraphol / Freepik

Fruticultura

A HVCZ Industries assinou um acordo com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, que estabelece as bases para a futura instalação de uma fábrica de amêndoa. A empresa do grupo Veracruz vai investir aproximadamente 50 milhões de euros.

O presidente da câmara, Armindo Jacinto, comenta: “Este memorando de entendimento visa criar condições para que o Grupo Vera Cruz instale em Idanha um equipamento industrial para descasque de amêndoa, numa propriedade com cerca de 194 hectares que o município de Idanha-a-Nova irá ceder, no âmbito da estratégia de acolhimento empresarial do nosso 'Green Valley Food Lab".

Será cedido um prédio rústico para a instalação do equipamento industrial, assim como para uma unidade de transformação e restantes processos industriais associados.

Será plantado um amendoal que “será convertido em amendoal intensivo biológico, com o apoio dos membros do CoLab (Laboratório Colaborativo), que tem sede em Idanha e que junta cerca de 15 entidades a colaborar no desenvolvimento de técnicas de produção alimentar saudável e sustentável, incluindo instituições académicas, grandes empresas e 'startups'".

A empresa compromete-se a privilegiar postos de trabalho residentes no concelho de Idanha-a-Nova, recorrer a prestadores de serviço locais e colaborar com as entidades públicas na promoção da região.

O grupo Veracruz prevê a produção de quatro mil toneladas anuais de amêndoas, colocando-se assim entre os maiores produtores de amêndoa da Europa.