28
Ter., Jun.
3 Artigos Novos

Campo de cultivo de soja com tecnologia N-Drip

Agropecuária

A PepsiCo e a N-Drip anunciaram uma parceira que visa apoiar agricultores de todo o mundo, a adotarem medidas de irrigação eficiente, por cada 10 000 hectares, até 2025.

Muitos agricultores utilizam métodos de irrigação por inundação ou vala, que submergem as suas colheitas em intervalos regulares, o que faz com que se perca mais de 70% da água utilizada. A técnica continua a ser empregue em 85% dos campos, mundialmente, o que se traduz em 600 milhões de hectares, mesmo em localizações onde a água é um recurso escasso. No entanto, alternativas à irrigação por inundação continuam a ser demasiado dispendiosas para muitos agricultores, o que os incapacita de venderem as suas colheitas com lucros significativos.  

Uma alternativa à irrigação por inundação ou vala é o sistema N-Drip, com origem em Israel, que representa uma opção de irrigação de alta eficiência, alimentada pela gravidade, que oferece os mesmos benefícios de um sistema gota-a-gota de alta pressão, mas utiliza menos energia, requer menos manutenção e poupa mais água, tornando-se mais acessível para todos agricultores e quase todos os tipos de colheitas.

Os agricultores que utilizam N-Drip, dizem as empresas em comunicado, habitualmente obtêm maiores rendimentos das suas colheitas e reduzem o uso de água e de fertilizantes dispendiosos. Além disso, ao converter um sistema de irrigação por inundação num sistema gota-a-gota da N-Drip, as emissões de carbono (CO2) são também reduzidas até 83% e as emissões de metano em 78%.

“Estamos muito entusiasmados por sermos parceiros da PepsiCo, partilhando o objetivo de remover as barreiras de acesso, introduzir e implementar o N-Drip para todos os agricultores no mundo,” afirmou Eran Pollack, Chief Executive Officer da N-Drip. “Como a PepsiCo obtém colheitas de agricultores de vários tipos e dimensões, a tecnologia, propriedade da N-Drip, permite que a nossa parceria torne o sistema de irrigação precisa acessível a todos os tipos de agricultores, desde grandes proprietários de terrenos a proprietários de apenas um hectare.”

Como uma empresa global de bebidas e alimentos, a PepsiCo obtém mais de 25 colheitas em 60 países diferentes, e tem lutado pela adoção de medidas de agricultura regenerativas, respeitando a estratégia de transformação pep+ (PepsiCo Positive).

Ao impulsionar este projeto, a empresa visa alcançar as metas da eficiência da Agricultura Positiva pep+, que visam melhorar a utilização de água na cadeia de abastecimento por 15%, até 2025 (em relação a uma linha-base de 2015), em áreas de elevado risco de escassez de água, através de práticas de agricultura regenerativas, em 7 milhões de hectares, reforçando os meios de subsistência de mais de 250 000 trabalhadores na sua cadeia de abastecimento agrícola.

A parceria foi realizada pela PepsiCo Labs, braço de tecnologia da PepsiCo, que se dedica a identificar e integrar startups de tecnologia inovadoras nas operações da PepsiCo, para ajudar a resolver problemas complexos do mundo real e atingir os objetivos de negócios com escala global.

“Até hoje, já implementámos a tecnologia N-Drip com agricultores da Índia, do Vietname e dos Estados Unidos da América e observámos melhores colheitas, redução do uso de fertilizantes e uma redução do consumo de água de menos 50%, em comparação com a irrigação por inundação,” afirma Rob Meyers, Vice-Presidente da área de Agricultura sustentável na PepsiCo.

A N-Drip é uma empresa privada que angariou 40 milhões de dólares de investidores estratégicos e financeiros israelitas e americanos.