28
Qui., Jan.
6 Artigos Novos

Sustentabilidade

A The Navigator Company instalou uma nova caldeira de biomassa no complexo industrial da Figueira da Foz, num investimento global equivalente a 55 milhões de euros.

Isso permitirá reduzir as emissões de dióxido de carbono fóssil, no complexo industrial da Figueira da Foz, em cerca de 150 mil a 200 mil toneladas por ano, o que representa 30% das emissões do grupo já em 2021.

No funcionamento desta nova estrutura serão utilizadas, anualmente, cerca de 400 mil toneladas de biomassa. Metade deste valor é composta por resíduos resultantes do descasque interno da madeira do eucalipto (casca e serrim), aos quais se juntam 200 mil toneladas de biomassas residuais florestais adquiridas no exterior, decorrentes das operações de gestão florestal e de limpeza de áreas rurais.

A nova caldeira vem permitir que, a partir da biomassa residual florestal, se gere energia térmica para os processos produtivos da empresa, garantindo eficiências mais elevadas na geração da energia (co-geração).

A fábrica da Figueira da Foz será a primeira do grupo com energia eléctrica totalmente produzida a partir de fontes renováveis. As restantes fábricas da Navigator vão passar a produzir, tendencialmente a partir de fontes renováveis 100% da energia eléctrica que consomem, reduzindo as emissões de CO2 de origem fóssil com recurso a novas tecnologias, pela diminuição do consumo específico de energia e, por último, pela compensação, através da floresta gerida pela Empresa, ou outras tecnologias dos 14% de emissões que não se conseguem eliminar.

O investimento enquadra-se na estratégia de descarbonização da Navigator, que decidiu antecipar as metas europeias e propor o ano de 2035 para atingir a neutralidade carbónica de todos os seus complexos industriais, conseguindo uma redução de 86% das suas emissões de CO2.

O cumprimento deste objetivo implica um investimento total de 154 milhões de euros, dos quais 55 milhões, cerca de 35%, já foram efetuados desde que a Navigator assumiu o nosso compromisso até ao dia de hoje.